Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo

Sinistramente constrangedor

por

17 de outubro de 2014

Filmes baseados em fatos reais, normalmente, costumam despertar dois tipos de reação na turma que curte cinema: curiosidade e desconfiança. Uma tem a ver com a natureza humana (e felina), enquanto a outra diz respeito ao excesso de produções realizadas com o único objetivo de tirar proveito da primeira. Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo, felizmente, vai ao encontro do primeiro caso revelando um personagem desumano e sem limites para viver uma grande mentira.

foxcatcher-Uma-História-Que-Chocou-o-Mundo-2

Multimilionário, John du Pont (Steve Carell) era órfão de pai e membro de uma família enriquecida com a produção de pólvora para armamentos. Sofrendo com a rejeição da mãe (Vanessa Redgrave), esse filántropo de comportamento excêntrico decide montar uma equipe de Luta Livre (Wrestling) para competir nas Olimpíadas de 1988. Ao contratar o medalhista olímpico Mark Schultz (Channing Tatum), ele destrói o relacionamento do jovem com o treinador e irmão mais velho Dave (Mark Ruffalo), vendendo a ideia de que estariam construindo uma nova relação de amigo, irmão, pai, mentor e líder. O que o campeão do passado ignorava era que seria apenas uma peça de um jogo de manipulação criado por uma mente doentia.

foxcatcher-Uma-História-Que-Chocou-o-Mundo-3

Protagonizando ótimos momentos, o trio de atores está muito bem, seja incorporando trejeitos dos atletas de maneira convincente, passando a emoção (até mesmo insinuando uma velada tensão sexual) ou sendo assustadoramente econômico em cena, como faz um duplamente irreconhecível Carell. Com mais de 10 prêmios na carreira e uma indicação ao Oscar por Capote (2005), o cineasta americano Bennett Miller mostrou-se hábil na condução das sequências, do elenco e um de seus méritos é conseguir fazer com que – também – o espectador sinta o constrangimento provocado pelo patético e sinistro du Pont.

foxcatcher-Uma-História-Que-Chocou-o-Mundo

Sobre o aspecto sonoro, destaque para perfeita utilização de “Fame” (David Bowie) na trilha, assim como o trabalho de supressão de sons, deixando que apenas alguns acordes de piano ilustrem, precisamente, determinadas cenas. Estreando em novembro, nos Estados Unidos, e somente em janeiro no Brasil, não será surpresa descobrir que o filme estará concorrendo em várias categorias no Oscar 2015, como a de Melhor Ator para Carell, um astro das comédias. Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo é um drama curioso sobre uma figura nada interessante, porém surpreendente, e no pior dos sentidos. Sinistramente constrangedor.

foxcatcher-Uma-História-Que-Chocou-o-Mundo-4

38ª MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA SÃO PAULO
Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo
Foxcatcher – Estados Unidos – 2014
Duração: 2h10min
Direção: Bennet Miller
Elenco: Steve Carell, Channing Tatum, Mark Ruffalo, Vanessa redgrave e Siena Miller.

Programação na Mostra SP 2014
Dia 17/10
19:00 – CINEMARK – SHOPPING VILLA-LOBOS – SALA 2

Dia 19/10
20:00 – CINESALA SABESP

Dia 20/10
18:00 – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 2

Avaliação Roberto Cunha

Nota 5