Garota Exemplar

por

03 de outubro de 2014

“Garota Exemplar” é um filme problemático. David Fincher, que sempre mostrou desenvoltura e talento na condução de tramas complexas como as de “Seven: os Sete Pecados Capitais” (1995), “Clube da Luta” (1999) e “Millennium: os Homens que não Amavam as Mulheres” (2011), erra a mão ao conceber um filme enfadonho, cuja trama mirabolante e fantasiosa tem na inverossimilhança o seu calcanhar de Aquiles.

20140828-84782-615x408

Baseado no romance de Gillian Flynn, “Girl Gone” (no original) narra o desaparecimento de Amy Dunne (Rosamund Pike) no dia do seu aniversário de casamento com Nick (Ben Affleck). Pressionado pela intensa investigação policial e pelo cerco acirrado da mídia, Nick vê sua imagem de bom marido arranhada e, em meio a um jogo de intrigas e intrincados acontecimentos, passa a ser considerado o principal suspeito da morte de sua mulher.

garotaexemplarbenaffleck-650x400

O thriller caminha bem durante o seu primeiro arco, criando uma série de situações que, ancoradas em um ambiente lynchiano que remete a Twin Peaks (1990/1991), causam estranheza e perplexidade. Essa atmosfera de mistério e desconfiança, enriquecida por uma crítica contundente do diretor ao sensacionalismo de uma imprensa cada vez mais investida no papel de julgadora dos fatos cotidianos, atende perfeitamente à narrativa no início, dando o tom certo da desconfiança que paira sobre o protagonista.

Infelizmente, toda essa construção vai, aos poucos, sendo abandonada em prol de reviravoltas que tornam a obra cada vez mais previsível e evidenciam os furos de um roteiro capenga. A partir de então, Fincher tenta criar um suspense tipicamente hitchcockiano, permitindo ao público conhecer detalhes da trama que o protagonista desconhece com o intuito de aumentar a tensão. Essa pretensão, contudo, esbarra na ausência de interesse que o próprio filme desperta ao longo de suas entediantes duas horas e meia de duração, culminando com uma conclusão inesperada não por surpreender, mas por não fazer qualquer sentido.

Por outro lado, o desempenho de Ben Affleck como Nick não convence. Embora sua apatia pudesse servir bem à desconfiança que seu personagem desperta, o que se vê é um ator totalmente desconectado da obra, algo que fica ainda mais evidente na comparação com a atuação de Rosamund Pike, que se revela, afinal, um dos poucos pontos positivos do filme.

“Garota Exemplar” desaponta. Principalmente por ser um filme de David Fincher.

Festival do Rio 2014 – Panorama do Cinema Mundial

Garota Exemplar (Gone Girl)

Estados Unidos, 2014, 145 minutos.

Direção: David Fincher

Com: Ben Affleck, Rosamund Pike, Neil Patrick Harris e Tyler Perry.

 

 

 

Avaliação Celso Rodrigues Ferreira Junior

Nota 2